Tudo o que você precisa saber para iniciar, administrar e alavancar seu negócio como Microempreendedor Individual.

CATEGORIA: Empreendedorismo

MEI – A Melhor Maneira de Começar seu Próprio Negócio

Tive contato com o empreendedorismo a minha vida inteira. Meus pais são empreendedores, meus avós paternos eram empreendedores e tenho alguns tios que também são empreendedores. Meus primeiros passos como empreendedora foram quando eu ainda estava na escola. Estava sempre inventando alguma coisa para fazer e ganhar uns trocados. Sempre gostei de trabalhos manuais e artesanatos e já vendi canetas decoradas, sabonetes artesanais, velas artesanais e chocolates artesanais.

Cresci e tive que escolher uma profissão. Escolhi Desenho Industrial como formação acadêmica e me especializei em Design Gráfico. Na faculdade não foi diferente, o empreendedorismo é viciante. Reuni algumas pessoas e fundei o Diretório Acadêmico Fred Gelli, da Escola de Comunicação e Design Digital do Instituto Infnet. Em seguida, assumi a presidência da TDJR – Tecnologia e Design Junior, Empresa Júnior, também do Instituto Infnet. Logo fiquei conhecida na faculdade, juntamente com o meu ex namorado que participou dessas aventuras na faculdade comigo.

Designer Gráfico: Como se Enquadrar no MEI

Acho que de todas as dúvidas sobre atividades que vejo para se formalizar como MEI, “Designer Gráfico” ganha em disparada. Talvez eu veja mais essa dúvida em específico por eu fazer parte dessa categoria profissional (sou graduada em design gráfico).

Sou empreendedora há bastante tempo (há pelo menos 10 anos) e já tive uma empresa com sociedade limitada (ltda), que hoje já não existe mais. Comecei a pesquisar sobre o MEI quando surgiu a ideia de abrir um estúdio de design com um custo fixo bastante reduzido, mas não queria passar pelos mesmos problemas burocráticos e custos que passei com a outra empresa ltda.

Vendas Diretas: 11 Vantagens para se Formalizar como MEI

Ser um Microempreendedor individual tem várias vantagens. O MEI foi criado para dar cidadania empresarial para milhões de brasileiros que viviam e que vivem na informalidade. E para facilitar a vida desses empreendedores, o governo facilita a formalização, oferece impostos mais baixos, cobertura previdenciária, dispõe de linhas de crédito especiais com juros mais baixos, enfim, oferece uma série de benefícios.

Você que trabalha com vendas diretas também é um empreendedor e dono do próprio negócio. Mas, porque você deveria se formalizar como Microempreendedor individual (MEI)? Compilamos os 11 principais motivos para você entender e se inspirar:

Nunca se empreendeu tanto no Brasil nos últimos 14 anos como agora

Geralmente não assisto TV aberta, prefiro meu Netflix. Ontem, por acaso, sentei no sofá da sala para tomar conta da minha sobrinha e acabei assistindo o Fantástico (já se foi o tempo em que era realmente fantástico).

Uma reportagem em particular me chamou a atenção, sobre uma pesquisa do Sebrae: de cada dez brasileiros adultos, quatro possuem ou estão envolvidos com a criação de uma empresa, apesar da crise. 

O que é o Microempreendedor Individual (MEI)?

O Art. 91 da Resolução Comitê Gestor do Simples Nacional nº 94, de 29 de novembro de 2011, define o MEI da seguinte forma:

Considera-se Microempreendedor Individual – MEI o empresário a que se refere o art. 966 da Lei n º 10.406, de 2002, optante pelo Simples Nacional, que tenha auferido receita bruta acumulada nos anos-calendário anterior e em curso de até R$ 60.000,00 (sessenta mil reais) e que: (Lei Complementar nº 123, de 2006, art. 18-A, §1º e §7º , inciso III)

/** * MAUTIC */